Arquivo de janeiro \30\UTC 2013

Desabafo

Incrível como machistas agressores e passadores de pano desses mesmos machistas são os que mais gostam de falar, postar na internet e cobrar atitudes feministas dxs outrxs. Eu mal consigo descrever a sensação que sinto quando vejo esses mesmos agressores postando coisas como “o primeiro amor de uma mulher deveria ser o amor próprio”, ou compartilhando links da página do facebook “homens realmente feministas” e etc. Me causa repulsa. Me dá ódio.

O mínimo que um agressor machista deveria fazer é ficar pianinho. Ficar postando conteúdos feministas pra limpar a própria barra e para continuar atraindo mulheres que ele vê como um alvo para seu círculo de possíveis fodas é escroto, desonesto, nojento e uma prova de que sua conduta machista se mantém a mesma ou até pior, pois se usa o discurso feminista para limpar a própria barra e continuar usando as mulheres, e até mesmo continuar jogando mulheres contra mulheres.

O mínimo que um passador de pano de amigo(s) machista(s) deveria fazer é ficar pianinho também. Porque é muito fácil vir falar “moça você é machista” enquanto se mantém uma amizade com um próprio agressor machista. Enquanto não se fica do lado da sobrevivente, mas se procura a todo momento atenuar a conduta do agressor machista, alegando que ele “perdeu a cabeça/mudou/não é assim/foi sem querer”, infantilizando suas condutas a todo instante, tratando-o como se ele fosse uma criança que não mede as consequências de seus atos.

Um foda-se e morra pra todos vocês.

 

Dominatrix – Broken Glass Candy (tradução)

você por favor, você por favor

conte todas as gotas de chuva uma por uma

e as assista casando-se no chão

tem o número? tem o número?

esse é o tamanho da minha…

tem o número? tem o número?

esse é o tamanho da minha fúria

grafite2

1 comentário